Tecelã Zélia Scholz é homenageada com título de cidadã honorária de Curitiba (in memorian)

 

A telecelã Zélia Scholz, falecida em julho um pouco antes de completar  90 anos, recebeu o título (in memorian) de cidadã honorária de Curitiba da Câmara Municipal. A homenagem foi no Cine Passeio, da Prefeitura de Curitiba. Amigos, familiares e ex-alunas participaram da solenidade, seguida da apresentação do filme “Tecendo a Vida”. O documentário foi produzido pela “Werner Produções” e dirigido por Téia Werner, retratando a trajetória da artesã, pioneira da Feira do Largo da Ordem.
Com origem em Minas Gerais, Zélia Scholz veio com os pais de Monte Sião para o Paraná na época do café, morando em Mandaguari, Maringá e Paranavaí. Mais tarde ela veio com a família para Curitiba, chegando em 1972. Na capital começou a trabalhar com tecelagem primitiva, tornando- se uma referência nesta área. E também mudou para melhor a vida de muitas mulheres com os seus cursos profissionalizantes de tecelagem.
Na Feira de Artesanato do Largo da Ordem ela tinha a barraca de número 1. E por décadas expôs  os seus trabalhos em lã de carneiro, levando também a roca de fiar e demais instrumentos de tecelagem.
A proposta do Título de Cidadã Honorária foi do vereador Marcos Vieira, que participou da homenagem falando das razões da homenagem.
Veja o documentário “Tecendo a Vida” de Téia Werner.

 

 

Familiares e amigos na homenagem.

 

Saiba mais sobre o trabalho de Zélia Scholz

 

Comments

comments

Shares