A chegada do Cinerama nos anos 1950

.

A TV crescia muito nos anos 1950, nos Estados Unidos, e o cinema procurava competir com inovações.  Foi neste momento que surgiu o sistema de projeção conhecido como “Cinerama”.  A novidade foi lançada em 1952, e possibilitava a projeção em uma grande tela curva. Para isso eram usados três projetores de 35 mm simultâneos, para preencher a tela panorâmica..

Com esse sistema havia a sensação do público de estar envolvido pela imagem. O problema estava na falha nas emendas das três imagens na tela, como se vê no filme promocional desta página. O som também tinha inovações, com a estereofonia de até 7 canais, nos grandes cinemas americanos.

.
Mas os altos custos de produção destes filmes, com a técnica de filmagem com três câmeras, se tornaram um grande problema. Por isso o sistema acabou sendo substituído pela filmagem panorâmica com uma só câmera, em filmes de 65 milímetros, obtendo melhor definição de imagem que o sistema tradicional, que era de 35 mm. E com o sistema “Ultra Panavision 70” já era possível obter uma tela grande razoavelmente satisfatória, o que acabou com a era do Cinerama.

Se você se interessa pelo tema, clique aqui e inscreva-se no grupo “Memória do Cinema”, criado por este portal. Ao abrir a página, clique em “participar do grupo”..

..

cinerama-britannica-r

.Modelo de projeção simultâneo de três câmeras..

 

.

Filme promocional de apresentação do Cinerama.

 

 

 

 

.

.

.

.

 

Comments

comments

Shares