A chegada da Lambreta nos anos 1950

 

Em 1946,  após o final da Segunda Guerra Mundial, nasceu a Lambreta, que se transformou em um dos veículos mais populares na Itália. Em meio às destruições causadas pela guerra, uma fábrica de tubos de aço havia sido atingida por bombas.  O dono dessa fábrica, Ferdinando Innocenti, tinha a intenção de reconstruir a fábrica. E percebeu que precisava construir um meio de transporte barato e seguro para os Italianos. Innocenti achava que o veículo não poderia consumir muita gasolina, algo que estava escasso no país. Então ele se uniu ao engenheiro Pierlugi Torre e começam a idealizar o projeto da Lambreta.

Em 1947 a lambreta começou a ser produzida. A primeira versão foi chamada de Modelo Um, com 123 cilindradas. E fazia 33 quilômetros com apenas um litro de gasolina.

No Brasil a Lambreta foi o primeiro veículo nacional a ser produzida em série. Teve início como Lambretta do Brasil S.A – Indústrias Mecânicas, no de 1955. A produção aconteceu de 1955 até 1960.  No auge, 50.000 por ano eram fabricadas no Brasil. Foram lançados vários modelos e o último lançado foi o LI que tinha o câmbio de quatro marchas, e que foi o mais produzido no Brasil.  – Com informações do Portal Educação

 

Conheça o grupo Memória da Motocicleta no Facebook, criado por este portal..

 

lambretta

.

.

Veja abaixo alguns antigos anúncios da Lambreta no Brasil, publicados entre os anos 1950 e 1960:

 

Anúncio na Revista “O Cruzeiro” em 1955..

.

.

.

.

.Anúncio americano da Vespa sem data

.

.

Clique aqui para encontrar outros grupos muito interessantes de memória.

 

 

 

.

.

Comments

comments

Shares