Os cinejornais foram instrumentos de propaganda política

.
Os cinejornais sempre foram usados para a propaganda política no Brasil.  Patrocinados ou produzidos pelo próprio governo,  o foco principal era o culto à personalidade do presidente ou ditador do momento.
Essa estratégia ainda é usada hoje, mas de maneira dissimulada, por todas as esferas de poder público, principalmente através da tv, rádio ou redes sociais.

 

 Discurso de Getúlio Vargas.
No vídeo abaixo está um exemplo da época de Getúlio Vargas. É a cobertura da comemoração da “Semana da Pátria”. Foi em 1952, um ano antes do seu suicídio. Naquela época os meios mais poderosos para chegar ao interior eram os cinejornais e o rádio. A televisão estava apenas no início em São Paulo e no Rio de Janeiro. E os jornais ficavam restritos aos grandes centros.

 

A figura do presidente era  o tema constante dos filmes da Agência Nacional para os cinemas.

 

Documentário no estilo propagandístico do governo militar no ano de 1974.

 

Se você se interessa pelo tema, clique aqui para conhecer o grupo “Memória Política do Brasil”, criado por este portal no Facebook..
.
.
.
.
.
.

Comments

comments

Shares