Registros históricos sobre o Rádio FM em Curitiba

 

A tecnologia do rádio FM já existia desde os anos 1950 no Brasil, mas não tinha utilização em larga escala. Em Curitiba algumas emissoras usavam o FM apenas para retransmitir como mais uma frequência para a sua programação normal. Veja neste resumo abaixo como foi o início do FM estéreo com uso comercial em Curitiba.

Estes registros foram publicados pela primeira vez no portal jws.com.br em 2016.

Caso tenha mais informações, gravações, imagens ou correções, escreva pelo e-mail:  portaljws@gmail.com

 

 

1976 – Dezembro – A primeira rádio FM estéreo comercial de Curitiba entra no ar, com uma emissora da Rede Transamérica FM, que trazia uma programação gravada em fitas de rolo, produzida em São Paulo, com muita música internacional e só alguns comerciais gravados em Curitiba.

1977 – A Rádio Tinguí, que retransmitia a programação AM em FM mono, passa a tocar músicas internacionais e instrumentais com som estéreo.

1979 – Entra no ar a Rádio Caiobá FM estéreo, inicialmente com uma programação dirigida à classe A.

1980 – A Caiobá, em março, optou por disputar o público jovem. E foi ao primeiro lugar, com um projeto baseado nas rádios dos EUA, que era mais descontraído. O estilo classe A renasceria mais tarde, com o nome de Ouro Verde FM em outra frequência.

1980 – A antiga Tinguí muda para Rádio Continental e mais tarde passou a ser a Rádio Capital.

1981 – Surge a Rádio Metropolitana (Metrô FM) que começa a disputar diretamente com a Caiobá. A Metropolitana tinha muitos horários ao vivo, inovando no modelo em Curitiba. Mais tarde mudou o nome para Intercontinental e a seguir Rádio 98, quando foi comprada mais tarde pela RPC.

1980 – O Grupo Positivo, que prosperou investindo em cursinho pré-vestibular e vendendo apostilas para escolas conveniadas, entra neste mercado e lança a FM Brasil 104 que só tocava MPB.

1980 – Outras emissoras aparecem, mas com vida curta, Ambiental FM com música instrumental e a CWB FM com música jovem. Também entra no ar a Estúdio 96, com música jovem e DJs ao vivo. E mais tarde passou a transmitir o programa Djalma Jorge que era produzido pela Jovem Pan FM de São Paulo.

1982 – A Brasil 104 FM desiste de tocar MPB e vira a 104 FM, com locução ao vivo e música jovem nacional e internacional, desbancando por algum tempo a Caiobá FM do primeiro lugar. Nesta fase de liderança, um dos programas de destaque era “As 104 mais da 104 FM”.

1982 – A Clube FM faz um acordo com a Fundação Cultural para que o som esteja nos ônibus divulgando atividades culturais e da própria prefeitura de Curitiba, então administrada por Jaime Lerner. A novidade não pegou e foi abandonada.

1983 – No final de 1983 entra no ar a 91 FM, emissora afiliada à Rede Antena 1.

1984 – No dia 15 de março inicia a Radio Ouro Verde FM, mantendo uma antiga tradição de qualidade, que vinha da Rádio Ouro Verde AM. Ao contrário da média das outras emissoras curitibanas, a filosofia foi o investimento em qualidade técnica e profissional. A programação sempre foi de músicas suaves, principalmente flashback internacional, voltada ao segmento A e B.

1986 – Surge a Estação Primeira, a primeira proposta de Rádio Rock do Paraná, que dura até 1995 dando lugar a CBN. No mês de outubro surgia a Scala FM 92.

1990 – A Rede Transamérica passa a transmitir o seu sinal via satélite. Neste mesmo ano a Rádio Caiobá FM passa a transmitir o programa American Top 40, parada de sucessos dos Estados Unidos da rede ABC. E assim passa a ter uma programação musical mais variada. Algumas músicas chegavam ao Brasil nas outras emissoras muito depois.

1991 – A Rádio Antena 1 muda de estilo, passando a tocar música sertaneja jovem, que estava em grande crescimento desde o fim da década de 1980.
A Rádio Caiobá FM, que seguia transmitindo o American Top 40, passa a ser anunciada como “Caiobá Power”, com vinhetas, locução e músicas num estilo de FM dos grandes centros. Com o fim da transmissão da parada dos Estados Unidos, a Caiobá FM volta a tocar o que era distribuído pelas gravadoras nacionais. E acaba optando pela música sertaneja jovem.

1992 – A Rádio Capital FM passa a disputar audiência com programação sertaneja jovem, e com música gaucha nas manhãs dos finais de semana.

1993 – Em crise financeira, a Rádio Estação Primeira FM foi vendida para o Grupo Inepar, e segue com a programação rock até 1995.

1994 – Passa a ser transmitido via satélite a Rede Jovem Pan com uma programação musical no estilo Dance Music. E o jornal da Jovem Pan SP pela manhã.

1995 – No dia 5 de maio a Rádio Estação Primeira, passa a integrar a Rede CBN, do Sistema Globo de Rádio. A CBN entrou no ar com várias inovações transmitindo somente notícias em 550 AM e em 90.1 FM. Foi a primeira emissora só de notícias no FM de Curitiba. E a primeira emissora do Paraná com áudio na internet, e um portal atualizado de notícias.

1996 – A Rede Transamérica muda sua programação musical baseada em Dance Music e passa a tocar Rock.

2003 – No dia 8 de julho começa a operar na internet a Rádio UFPR, que obteve a concessão na frequência 94.5 FM com programação exclusiva de MPB. Foi a primeira rádio exclusiva para MPB no Paraná. Mas quando entrou no ar em 2018, a Funpar – Fundação da Universidade Federal do Paraná, mudou o projeto inicial de MPB para criar uma emissora idêntica à Estação Primeira da RPC, com Rock e programação sem caráter universitário e educativo, como era a proposta inicialmente apresentada para a FM.

2005 – Surge a Rádio Lumen 93.5 FM, da Pontifícia Universidade Católica, com a proposta de criar uma alternativa de qualidade. A emissora deu espaço para colaboradores que produzem seus próprios programas, com acervo próprio.

2006 – A Rádio Band News entra no ar no dia primeiro de janeiro sendo a segunda emissora jornalística de Curitiba. A rede pertence ao grupo J.Malucelli. Surge em Campo Largo uma nova FM com programação educativa. E em seguida passa a retransmitir a Rádio MIX de São Paulo.

2006 – A Rádio Capital FM passa a retransmitir a programação Rede Globo FM a partir de 1 de julho. O novo modelo não dá retorno em Curitiba e a emisssora torna-se Mundo Livre FM. Neste ano surge a Rádio Massa.

 

 

 

 

 

 

Comments

comments

Shares